Home
Atendimento via fone:
(14)4102-0558
 

 
 
 
 
 
Informativos
Animais de Estimação mais incomuns

Animais de Estimação mais incomuns
Algumas pessoas se contentam com um gato ou um cachorro. Alguns já preferem algo diferente, como uma cobra ou uma aranha. Contudo, tem gente que acha isso pouco e quer um animal selvagem ao seu lado. Tigre, urso, crocodilo, morcego e até hipopótamo acabaram se acostumando com a convivência humana e viraram parceiros de algumas pessoas. Conheça alguns dos mais incomuns pets do planeta.
Foto: Reprodução

O urso Brutus

O naturalista Casey Anderson adotou, quando ainda era um filhote, um urso pardo. O animal cresceu e passou dos 300 kg. A fera ganhou um nome adequado: Brutus. Segundo o Daily Mail, os dois são inseparáveis, tanto que Brutus foi padrinho do casamento de Anderson com a atriz Missi Pyle.

Hipopótamo Jéssica

Jéssica, o animal de estimação do casal Tonie e Shirley Joubert, da África do Sul, tem seu colchão próprio, sabe abrir a porta da casa e cochila com a cabeça encostada no colo da dona enquanto recebe carícias. Seria até um caso bem comum, não fosse o fato de Jéssica ser um hipopótamo e já ter quebrado algumas camas do casal ao tentar acomodar suas toneladas para dormir.

Morcegos

Quem vê, até pensa que são bonitinhos (confira imagens na aba "fotos" acima), mas se tratam de 500 morcegos resgatados e cuidados pela australiana Trish Wimberley, em Gold Coast, no Estado de Queensland. A mulher possui há 20 anos uma clínica para cuidar dos animais que, geralmente, são encontrados feridas visíveis, pneumonia, infecção nos rins ou membros fraturados. Segundo a BBC, na clínica na sua casa, os filhotes encontrados desamparados ou machucados geralmente ficam por 12 meses.

Os recém-nascidos ficam algumas semanas em incubadoras. Lá eles são alimentados como bebês humanos com mamadeiras. Apesar disso, Trish explica que alguns animais, com problemas mais sérios, acabam ficando no local, como uma fêmea, que há 14 anos foi adotada pela clínica por não poder voar. "Diferente de outros animais, eles imediatamente sabem se você os está ajudando ou se é um predador. São criaturas muito inteligentes. Quem não gosta de morcegos não sabe o suficiente sobre eles", disse Trish à agência.

Tigres de Sumatra

Não se trata de um caso específico, mas de uma controversa medida tomada pelo governo da Indonésia, que autorizou a adoção de tigres de Sumatra para criação em cativeiro particular. A iniciativa visa salvar a espécie, que corre sério risco de extinção. Contudo, quem quiser ter o maior felino como animal de estimação, deve seguir rígidas regras do governo que exige, por exemplo, que o animal continue pertencendo oficialmente ao Estado.
O governo ainda exige o pagamento de aproximadamente US$ 100 mil e a reserva de um espaço mínimo de 60 m². Entidades, como o Greenpeace, criticaram a medida e disseram que o correto seria salvar a selva onde os animais vivem, e não preservá-los em cativeiro.

Crocodilo

A relação do costarriquenho Chito com o crocodilo gigante Pocho começou na verdade com uma briga (veja imagens na aba "vídeo"). O homem havia dado um tiro no olho do animal, mas se arrependeu e decidi salvá-lo. Após cuidar com remédios do réptil, o agricultor afirma que desenvolveu uma amizade com o animal que já dura mais de 20 anos. Hoje, os dois se apresentam para turistas enquanto brincam nas águas de um rio.

   
Voltar

Rua LA SALLE, 290 - VILA NOVA BOTUCATU
BOTUCATU/SP - CEP:18608-240
(14) 4102-0558 (FIXO)
(14) 99775-2220 (Vivo) / (14) 98132-0302 (Tim)
(14) 99108-6465 (Claro) / (14) 98805-5385 (Oi)
Horário de Atendimento
Segunda a Sexta
das 8:00 às 17:30hs
Não fechamos para almoço
*Não ATENDEMOS em feriados
2018 - VetDNA - Diagnósticos Moleculares